A Noite Mais Escura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Sex Jul 02, 2010 7:39 pm

Minha mãe sempre me contava historias sobre monstros que surgiam da escureião, acredito que ela tinha medo também .
Eu sempre emplogado com contos de herois, tentava meu medo e enfrentar a escuridão, o medo era grande mas se um dia teria de me acustumar e ter coragem o suficiente para superar o medo do meu povo, não é assim que tem que ser um nobre?
Todo mês na lua nova eu e Erick, filho de minha aia, fugiamos escondido para o bosque. Morriamos de medo mas senmpre menti dizendo que nada no mundo podia enfrentar um nobre, afinal eu tinha sangue azul, as trevas deviam respeito.
Brincavamos na maioria das vezes de cavaleiro eu e meu escudeiro ele,. As vezes eu deixava ele ser meu shefe de caça, assim como era seu pai, vezes outras traziamos conosco ffido o mais velho dos cães já nem latia mais.
As noites de lua nova eram as únicas que minha aia não tinha o trabalho de me convencer a dormir. E a hum ano eu já tinha convencido minha mãe que Erick deveria passar essas noites no castelo pois sendo mais seguro os monstros das trevas não o pegariam também.
Quando não ouvia mas os passos no corredor era chegada a hora, acordava Erick e saimos pela cozinha, jardim e enfim a brecha escondida por moitas no muro lateral do castelo.
Faziamos uma ronda pelas rendondezas da cidade., assim como os caçadores faziam, tinhamos Fido, duas faças, um arco meu presente do meu quinto verão, água, frutas e tochas.
Já estavamos cançados e tinhamos perdido a noção de quanto já era tarde pis nuvens encobriam as estrelas. Erick ensistia que deviamos voltar mas eu queria ver o que Fido havia rastreado. Eu vinha atraz com o arco preparado Erick ia mais a frente mesmo Fido sendo velho quando queria ser rapido e forte era dificil seguralo.
De repente um ganido e perdi de vista os dois, acendi uma tocha. Entaum vi meus pesadelos se tornando realidade.......
mesmo que por alguns instantes a cena foi marcada em minha mante nunca me esquecerei. Fido cortado ao meio por um machado enorme como se fosse uma fruta podre e Erick sendo despedaçado por orc's como se ele fosse uma simples ave assada. Por poucos momentos percebi a luz da tocha incomodalos, eu movido pelo medo ou instinto de sobrevivencia corri, corri mas rapido do que nunca vou conseguir de novo. Chorava sem som ou não consegui me ouvir gritar.
Não demorou muito os parcos orc's tornassem muitos avansando de todosa os lados conrtra a cidade, tentei mas em vão gritar, me escondi na lams com porcos e assisti petrificado o avanço, seus olhos brilhavão como de gatos ao reflexo das lamparinos das casas q invadiam. Apois a horda passar para aumentar meu susto homens de armaduras estranhas não herois vinha com outros orc's.
Apois alguns minutos tomei coragem e voltei a entrada do muro. Quando tentava chegar ao meu quasrto, a aia, em prantos de terror me agarroi e perguntava sobre Erick mas nenhuma palavra saia de minha boca. Ela me guio até meus pais, cheguri a tempo de velos ainda com vida, antes que pudesse atravessar o grande salão, portas foram derrubadas........a batalha que seguiu nunca fora verdadeira mente cantada por qualquer bardo da corte.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Dom Ago 22, 2010 10:38 am

Até hojé em dia tento lembrar, o que se sucedeu depois mas nada só o vermelho do sangue vem em minha mente.
Quando acordei desse pesadelo estava deitado na palha de um estabulo a caminho da Andradia. Ao ver a mãe de Erick a visão do terror volto lembrei cada detale como se estivesse acontecendo denovo. Só consehuir dizer que Erick não estava mas entre nos. Ela com lagrimas nos olhos me abraçou e disse:
"-- Devemos honrar nossos mortos e deixa-los descançar ao lado de Aor."
Daquele momento em diante nunca mas fdalamos sobre as mortes. Fiquei sabendo dias depois porque o pai de Erick não estava conosco, ele havia troca sua servidão aos kandris pela nossa liberdade(sua esposa e seu "filho") nunca mas deixar que me chama-sem de Kirian.

Os dias de paz na Andradi eram corridos aprendi muitas tarefas para ajudar minha nova mãe, o trabalho era sofrido mas trazia muito alegria.
Apois a chegada dos kandris na Andradia sempre procurei saber tudo sobre eles, ainda me lembro do meu pai dissendo que para derrotar seu inimigo deve não só conhecer sua fraquesa mas também sua força.

Com o passar dos anos aprendi muito sobre eles e o que mudou muito minha vontade de vingança por uma de liberdade.
O fato mais importante : Os kandris em realção aos povos dos 13 Reinos não são muito diferentes da relação dos nobres ao seu proprio povo.

Aprendi a confiar mas nas outras criaçôes de Aor que no proprio homem, minha raça.

Entrei para o exercito Kandri com o intuito de aprender melhor sobre como lutam.
Depois de alguns messes confirmei minhas suspeitas, espalhados alguns se rebelavão pela liberdade.Pedi baixa e me dirigi a Prisia lá com certeza encontraria com mais facilidade um grupo em prol a liberdade dos Reinos.

Fui acolido pelos Fantasmas e deles fiz minha nova familia. Juntos um dia tenho fé os reinos serão libertos.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ela volta a minha mente mesmo acordado...

Mensagem por Marcelo em Ter Jan 18, 2011 10:03 pm

Sempre me coloquei longe de qualquer forma de liderança, atormentado pelo fantasma de Erick. Hojé vi que isso não adianta o fardo de um lider sempre é o mais pesado mesmo sendo o lider de um ser da natureza. Por muito pouco Cristiane não sofre de uma morte horrovel por mais uma vez minha culpa.
Agora não adianta lamentar e sim me impor mais e cuidar de todos até mesmo do Orc que tenho q conviver todos os dias com a sua visão pedindo por sangue inocente.

Os elfos ainda são uma icognita será mesmo prudente aceitar a ajuda deles, lembro-me das palavras do kandrin "os kandrins vem e conquistam para que o povo conquistado se torne forte", devemos nos como um só povo não distribuidos em reinos lutar por nossa liberdade.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Seg Jan 31, 2011 9:57 pm

Depois de horas esperando uma resposta dos elfos a noticia que somente com a Rainha algo seria resolvido.
Porque fiquei esperando algo diferente elfos ou nobre tb são todos iguais com sua burocracia de governo.
Mesmo assim espero que essa união seja boa.
Só não entendo o porque a elfa quiz nos empedir de ajudar os que ficarão no acampamento, seria muito mal visto pelo principe nosso covardia em ajudar-los afinal somos os escolidos da rainha os de maior confiança dela.
Mas acima de tudo somos humanos não barats que fogem quando uma tocha e queimada. Mesmo tendo ordens da rainha ou qualquer outro nunca mas ficarei para quando qualquer um precisar de minha ajuda ainda mas contra os kandris.
Mas uma pergunta ainda fica na minha cabeça porque mesmo querendo que nos não fossemos ela veio conosco. A Ketra é facil de entender mas a elfa?
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Conteudo da carta

Mensagem por Marcelo em Ter Abr 19, 2011 9:16 pm

Ao Anjo de AOR em minha vida.

Dias e noites tem pasado se lhe enviar alguma noticia, desculpe-me por lhe dar mais uma preocupação. Em fim encontrei uma esperaça no Reino da Prisia na figura de mais um Anjo de AOR tem inspirado nos Reinos para a futura liberdade de nosso povo. Arina Keile me concedeu terras e um titulo gostaria muito de compartilha-las contigo a pessoa que me deu uma segunda vida nesta terra atormentada.
Junto com a carta segue dinheiro e a pessoa que peço te buscar para mais uma vez você poder viver em uma terra livre antes da tão sonhada volta a nossa terra natal. Sei o quanto e triste partir mais uma vez do lugar que por muitos anos chamamos nosso mas sinto um novo amanhecer em nossas vidas e eu ficaria muito mais preocupado sabendo você ainda estar em terras dominadas pelos kandris.
Não importa o que você diga o mensagero desta carta só voltara ao seu lar e aos seus acompanhado da senhora minha mãe.
Daquele que lhe deve muito mais que a vida Kirian.

-------------------------------------------------------------------------------------------
'Intrusões no lado de fora da carta'
Ao responsavel de levar esta carta.
Tens em sua mão a alegria de um filho em encontrar sua mãe, peço de todo meu coração trazer ela para um lugar seguro.
Deve encontrala na Andradia trabalhando como costureira proximo ao mercado do portão leste ela se chama Angelika tanariana viuva por volta de 40anos e 1,80 metros cabelos loiros quase brancos.


Última edição por Marcelo em Ter Abr 19, 2011 9:31 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Errado...Talvez mas nesesario.

Mensagem por Marcelo em Ter Abr 19, 2011 9:25 pm

Foi um erro descutir com o nobre Prisio mas meu sangue ferve sempre que presencio a ganacia e a mediocridade dos nobres. AOR criou todos nos como seus filhos des do inicio jomem e mulher como irmãos de destino a uns ele deu o dom da liderança e a outros o do serviço mas todos com o mesmo sangue e direitos. Esquecem os nobres que ainda mesmo com seus titulos são humanos e filhos do mesmo grande PAi. Não sei como mudar a visão deles de uma forma facil só da forma forlada pela luta pela vida.
Sobrevivendo ou não este foi o caminho que escolhi e assim AOR tem me abençoado.


Que AOR continume me guiando nessa em em outra vida.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Ter Out 25, 2011 10:48 pm

Apois longos dias de barco chegamos a terra dos Salakes. Seu mode de vida continua sendo o mais diferente de todos os 13 Reinos e o reinos mais calmo com o inimigo Kandre. Penso se um dia os Kandres vencenrem a Pricia e chegar aqui sera que eles lutaram ou se adptarão como os anãos. Rezo todos os dias para que AOR nunca deiche isso acontecer.

Festa, mas uma festa inutiu acontece. como tolos são os nobres não importa que reinos eles sejão.
O orc desculti com Rassan e bebo para esquecer um pouco da luta que esta por vir. não dou a atenção necessaria para esse debate. Apois sairem da festa A Ielena me conta que lá fora eles continuaram a se desentender e esta preocupada. Tento mater meus pensamentos na linha e saio da festa, tentando não preocupar o anfitrião. Coreemos com a ajuda de Cris. Quase chega-mos tarde a praia, Rasan estava caido o Orc babando como um louco se não p arasemos ele outro se feririam também.
Tento derruba-lo sem lhe causar muito danos. Até que ponto pode ser essa furia louca dele. Escolho não usar uma arma que o mate já vi ele descontrolado assim e pensei que por andarmos e lutarmos juntos ele não chegaria ao ponto de me atacar. Engano meu ou sera que foi a bebida. Quem em sua sá consiencia acharia que um orc furiosso podesse considerar um humano.

......

Não tenho ideia de quanto tempo se passou mas ouço uma voz que pede pela minha volta. AOR tem algo importante para mim, minha missão é maior que a morte. Depois de converçar com a Matriarca resolvo que chega de se esconder o Erick deve descançar em paz junto à AOR devo seguir meu destino.

.....

Cristiane lembrou de mim. Ielena está certa uma rosa não perde seu cheiro se tiver outro nome. Mas devo mudar meus atos.
"Kand" meu corvo me achou(unica coisa que realmente ainda me lembro do meu verdadeiro pai, seu nome) mas uma prova que mesmo com outro nome não posso deichar nada para traz. Devo cumprir meu destino, libertar meu povo. A ligação que tenho com o corvo é mais uma prova que AOR olha por mim e abençoa meu caminho.
Ao vontar ao porto descubro que eles resolverão ir para oeste, não existe muitos barcos que iriam para lá sem um gasto enorme de dinheiro, algo que não tenho nenhum. Pesso a "kand" levar uma carta a Ielena explicando minha historia, como não sei se ela vai receber escrevo em elfico. Peço que também esplique para Rassan ele merece saber porque aindei ao seu lado e menti sobre mim. Devo encontrar um meio de voltar ao lado deles este é o caminho que AOR escolheu para mim.
Me preocupo com o Orc, será realmente necessario e seguro termos eles e seus irmãos como aliados?
Que AOR guie minhas decições e da Rainha.


Obs: Conteudo da carta historia como realmente Erick morreu e eu asumi o nome dele.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Dom Fev 12, 2012 4:30 pm

Apois passar uma noite na ilha mas acordado que dormindo resolvo trabalhar em um barco pesqueiro, até conseguir dinheiro ou uma carona para costa. Uma vez chegando lá será mais facil seguir na direção que meus amigos foram mesmo que demore estarei em terra firme aonde sei me virar muito bem sozinho.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Ter Abr 17, 2012 10:26 pm

Depois de dias correndo atrz do barco os alcanço na ultima cidade antes do monasterio.
fui aceito devolta a tripulação mas acredito que ainda não sou entendido e aceito por todos. Não na forma que era antes, menti para eles e me isolei em meus problemas. Mas isso não é o que mais preocupa meus pensamentos.
Apois alguns dias com a habilidade de Hasan e o capitão chegamos finalmente ao monasterio. infelismente chega a hora de dizer adeus a Hasan.
A volta para a prisia não foi como esperavamos. A falta de Hasan foi alem de um amigo de batalhas. A tempestade nos jogou ao seu bem prazer ao mar e paramos mais longe do talvez algum dia poderiamos imaginar.

Agora nas terras de nossos ancestrais faço a ti o meu pai Aor minha maior prece:
"-Ilumine minha mente e me de sabedoria.
Que seja seu desejo estar nesta terra.
Que a prisia não cai perante meus inimigos, enquanto estou tão longe para ajudar.
Que o motivo de minha vinda aqui seja para algo maior em seus planos divinos.
Que eu não tenho sido trago de volta da morte para nada.
Que esse contratenpo não seja crucial para liberdade de seu povo.
Que eu não esteja morto, preso no inferno de um domonio.
Á ti o grande e unico deus dos 13 reinos, seja feita sua voltade e eu mero servo seja seu estrumento para gloria e liberdade dos reinos."

Me arrependo do dia que tirei a Cristiane da sua alcateia. Que minha ruina não seja a dela.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Dom Dez 16, 2012 7:55 am



Sei que parece injusto e até desumano da minha parte, pensar em salvar Cristiane, mas niguem a vê ou conhece ao ponto de entender que mesmo sendo um animal ela também é uma criação de AOR. E como eu e os outros merece a liberdade. Nem adianta comentar as vezes que fui salvo por ela, eles são a veem como uma arma. Eu sinto a dada dia que passa mais por ter sido escolhido por ela e levado-a para longe de suas terras. Sei que nosso inimigo é forte e por deveras seja nosso fim em terras estranhas, não era isso que eu tinha planejado. Fiz escolhas pensando na guerra e em destruir meus inimigos e esquece que todos e não só humanos, elfos e até orcs não somos os unicos com diretito a viver livrimente no mundo.

Que AOR guie minha flexa.
Que Sua vontade seje feita.
Que os Reinos sejam libertos.
Que Cristiane viva livre.
Que Hielenia volte ao seu lar.
Que o celestial não seja mais uma pedra no caminho.
Que eu morra para o dim prospero.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Marcelo em Sex Mar 08, 2013 10:35 pm

Finamente ficamos frente a frente com o Celestial. Mas espantoso que fosse seus poderes e sua armadura ver Ielenia compartilhar sua cama confundiu minha cabeça.
Era ele um inimigo ou mais um ser estranho não compreendido.
Ao ver que seus poderes não tinha enfraquecido e ela não queria machuca-lo, cedi ao medo de nunca mais voltar ao meu lar. Mesmo ao defrontar a recistencia que a muito não confiava totalmente, deichei o Celestial ao seu proprio destino e este humanos a sua propria guerra.
Espero que se um dia realmente ele chega aos Reinos que não seje como um ditador.
....
Em casa não temos as melhores noticais. Chegou a hora de lutar com todo o nosso sangue. Mesmo que este venha ser o fim de muitos, sinto que esta é a vontade de AOR.
Morro cada dia mais um pouco, tentando ser que eu nunca deveria ter deichado de ser, Kirian, principe legitimo da Tanaria.
Meu povo, minha familia, meus amigos e todos os 13 Reinos depende da nossa vitoria nesse campo.

Que O Grande Poderosa e Benevolente AOR me guie mais uma vez em direção da justiça e liberdade.
avatar
Marcelo
Jogador
Jogador

Mensagens : 184
Data de inscrição : 21/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Noite Mais Escura

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum